O que está procurando?

BLOG

Voltar

Saúde do trabalhador: Pesquisa desenvolve e-Book para prevenção em ergonomia durante trabalho remoto

Saiba mais sobre a pesquisa liderada pela fisioterapeuta Jacqueline Cunha em conjunto com Matheus Mello e Prof. Dr. Arthur de Sá Ferreira, sobre riscos ergonômicos, desconfortos sentidos e avaliação de seu ambiente laboral.

  • Viver Bem

26/10/2021 por Julia Abreu

Tempo de Leitura: 2 minutos

Segundo o Instituto Nacional de Seguridade Social, o Subsistema Integrado de Atenção à Saúde do Servidor e a Organização Internacional do Trabalho, o registro de doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho (DORT) no Brasil aumentou 184% entre 2007 e 2016. Melhorar o ambiente laboral, reduzindo o risco e a protegendo a saúde do trabalhador, podem contribuir para atingir o Objetivo 8 para o Desenvolvimento Sustentável Trabalho Decente e Crescimento Econômico da Agenda 2030 da ONU.

Nesse sentido, a pesquisa liderada pela fisioterapeuta Jacqueline Cunha durante seu Mestrado Profissional em Desenvolvimento Local (PPGDL) na UNISUAM entre 2019-2021 — incluindo Matheus Mello (graduação/iniciação cientifica) e Prof. Dr. Arthur de Sá Ferreira (orientador do PPGDL) — investigou o conhecimento dos trabalhadores da área administrativa do ensino superior sobre riscos ergonômicos, desconfortos sentidos e avaliação de seu ambiente laboral.

“Com base nos dados, verificamos que a maioria dos participantes já tinham ouvido falar nos riscos, mas poucos sabem reconhecê-los, e ainda relataram que não tiveram acesso a informações sobre os riscos em seu ambiente de trabalho, tanto presencial como remoto” comenta Jacqueline. Baseado nesses resultados, foi proposto um e-Book como parte de um programa de prevenção primária aos agravos e reconhecimento dos riscos ergonômicos, com conteúdo socioeducativo com o objetivo de conscientizar e educar os trabalhadores, tendo em vista que o formato digital, é um dos meios de disseminação de informação mais utilizados atualmente.

 

👉Como é o mercado de trabalho para o fisioterapeuta?

 

Hoje, o ambiente de trabalho é avaliado por um profissional capacitado, que avalia e indica correções, porém sem a participação dos trabalhadores. “Percebe-se que, mesmo com o uso das Normas Regulamentadoras, Comissões Internas de Prevenções a Acidentes e de programas de prevenções de riscos ocupacionais, As DORT têm sido uma das principais causas de afastamento do trabalho no Brasil”, diz Jacqueline. Considera-se que a maioria dos agravos à saúde dos trabalhadores são evitáveis, de modo que a prevenção primária tem que ser o precursor dos programas e das avaliações ambientais — e o trabalhador o centro dessa mudança cultural, como detentor do saber no que tange sua atividade laboral.

“Espera-se que o e-Book, com foco na autoavaliação de seu local de trabalho, sensibilize trabalhadores desse segmento afim de que possam reconhecer, alertar e/ou sinalizar aos gestores ou autoridades competentes os fatores de risco a que estão expostos” – completam Jacqueline e Matheus.

Por Julia Abreu

Estudante de Publicidade e Propaganda, Estagiária em Marketing. Viciada em filmes, séries e conteúdos da área da comunicação social.

comentários

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
English French Portuguese Spanish
X

Nosso site está enfrentando instabilidades.
Algumas informações podem não estar disponíveis no momento.

Oi, está com dúvidas?
Fale conosco!