O que está procurando?

BLOG

Voltar

Pesquisa em Ciências da Reabilitação é estimulada com financiamento público do Estado

  • Mestrado e Doutorado

     | 

    Pós-Graduação

07/12/2021 por unisuam

Tempo de leitura: 2 min

A Fundação Carlos Chagas Filho de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ) anunciou em 21/10 o resultado do Programa de Apoio aos Programas e Cursos de Pós Stricto Sensu. O Programa de Pós-Graduação em Ciências da Reabilitação da UNISUAM (PPGCR) foi contemplado com financiamento neste edital dentre as 227 propostas aprovadas.

Segundo a FAPERJ, este edital tem como objetivo minimizar os efeitos provocados pelo atual momento econômico, pelo qual passa o país, em cenário agravado pela pandemia e que afetou a rotina dos programas de pós-graduação no estado do Rio de Janeiro. O programa vai apoiar, emergencialmente, na forma de custeio, programas e cursos de pós-graduação stricto sensu de Instituições de Ciência e Tecnologia Sediados no Estado do Rio de Janeiro.

“Este financiamento de cerca de R$ 100.000,00 reforça os 23 projetos de pesquisa em andamento coordenados pelos nossos pesquisadores, com participação dos nossos alunos de mestrado e doutorado e colaboradores de pós-doutorado”, informa o Prof. Dr. Arthur de Sá Ferreira, coordenador do PPGCR. “Dois desses projetos têm foco em ações para o combate à pandemia de COVID-19, na avaliação dessa população e na investigação de efeitos de tratamentos para reabilitação“, completa o Prof. Arthur.

A proposta é que esse valor minimize os efeitos do atual momento econômico e mantenha em funcionamento programas e cursos de pós-graduação do estado do Rio de Janeiro, que tiveram grande crescimento ao longo dos últimos anos, garantindo a continuidade da progressão qualitativa e quantitativa da produção acadêmica nos programas de pós-graduação fluminenses. O edital financia demandas de custeio dos projetos.

“Este novo financiamento se soma a outros 2 projetos que receberam financiamento de bolsas de iniciação científica este ano, importantes para incentivar a participação de graduandos no mundo da ciência” completa o Prof. Arthur.

Por unisuam

comentários

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
English French Portuguese Spanish