O que está procurando?

BLOG

Voltar

Em quais áreas o(a) pedagogo(a) pode atuar?

Convidamos professores da UNISUAM para bater um papo sobre áreas em que o pedagogo(a) pode atuar e sobre o curso de Pedagogia.

  • Nota 10

27/08/2021 por Julia Abreu

Tempo de Leitura: 4 minutos

O profissional de Pedagogia é muito requisitado em escolas, universidades e instituições de ensino em geral, já que ele estuda a educação, seus métodos e processos de aprendizagem.

O pedagogo é como um cientista da educação, porque ele estuda o processo tanto de ensino como de aprendizagem e seus métodos, contribuindo para a qualidade e fortalecimento do processo de construção do conhecimento e, por isso, é um profissional muito requisitado em escolas, universidades e institutos de educação em geral. 

Mas a atuação desse profissional vem expandindo e ganhando novos formatos para além da sala de aula e, para falar sobre esse mercado, convidamos a Profª Stella Rocha, coordenadora da Escola de Licenciaturas da UNISUAM; a Profª Bárbara Cristina Paulucci, pedagoga pós-graduada em Psicopedagogia e Tecnologia da Educação, mestre em Sistemas de Gestão e professora da UNISUAM; e a Profª Maria de Fátima Cardoso, mestre em Psicologia e pós-graduada em Gestão da Administração Pública, para um bate-papo na maratona de lives do Projeto Muito Mais Futuro, que ajuda você a escolher qual carreira seguir.

 

👇 Confira alguns dos principais temas discutidos na live! 👇

 

Um leque de possibilidades!

O pedagogo, em sua essência, é o profissional que atua no despertar da curiosidade pelo aprender, sendo assim, pode atuar nos mais variados níveis da educação, desde a pré-escola, passando pelo ensino fundamental I e II, ensino médio e até a formação de professores.

Porém, engana-se quem pensa que a atuação do pedagogo está limitada às salas de aula. Sua formação, o capacita para atuar em outras esferas da área educacional, como em cargos de planejamento, coordenação, supervisão ou até mesmo de gestão. Mas para isso, o profissional também precisa se manter em constante aprendizado.

Segundo a Profª Bárbara, a Pedagogia também está ganhando espaço fora das escolas, com a Pedagogia hospitalar, empresarial e em espaços não-formais, como é o caso das ONGs. “Como trabalhamos muito na execução e planejamento de projetos, hoje, a grande virada do pedagogo é nos projetos, porque trabalhamos juntos dos nossos pares, construindo os projetos nesses espaços, e isso abre um leque muito grande”, comenta ela.

Além disso, no Brasil, a Pedagogia tem uma das mais altas taxas de empregabilidade e o curso da UNISUAM reflete isso. As professoras comentaram que muitos alunos, antes mesmo de terminar o curso, já estão empregados e que os que estavam trabalhando há mais tempo, acabam sendo promovidos para cargos de coordenação ou supervisão. A aprovação em concursos públicos também é comum no curso e muitos locais procuram a instituição para obter recomendações de alunos para atuar em seus projetos, ou seja, oportunidades não faltarão.

 

👉 O Globo Aponta: UNISUAM é TOP 10 Universidades Particulares do Rio

 

Qual o perfil do pedagogo(a)?

É muito comum associar a Pedagogia a um perfil profissional afetivo e amoroso, isso tem muito a ver com o fato do pedagogo precisar ser alguém que goste de estar com gente e ser empático. “Gostar de pessoas é essencial, ter empatia, porque vivemos rodeados delas, e ser professor(a), sem ter esse envolvimento afetivo, não é possível, porque é algo que está muito presente no exercício docente”, afirma a Profª Maria de Fátima Cardoso.

Além da afetividade, também é muito importante o respeito às diferenças, porque o papel do pedagogo é entender que cada um tem sua individualidade e seu próprio tempo para aprender. O pedagogo(a) não determina regras, ele estabelece parcerias, afirma a Profª Stella.

Para a Profª Maria, uma das primeiras coisas que os futuros candidatos a pedagogos(as) devem se perguntar é se eles estão dispostos a passar, por exemplo, o fim de semana pensando no aluno, planejando os conteúdos, entre outras coisas. Ela comenta que são perfis profissionais diferentes e que isso faz parte do perfil do pedagogo(a), assim como um médico ou um comissário de bordo, que muitas vezes precisa passar as festas de fim de ano longe de suas famílias em função do seu trabalho.

Mas a Profª Bárbara diz que tudo isso é recompensador, principalmente quando o(a) aluno(a) valoriza todo o processo. “Na Pedagogia falamos muito sobre avaliação, e uma aluna chegou e me disse que eu fazia, literalmente, esse exercício de avaliar eles, conversar para saber onde melhorar, etc. Então, tudo isso que pregamos como professores, de acompanhar, de se preocupar com o outro e fazer com que ele esteja sempre em um processo de construção… ver a aluna verbalizando isso me deixou muito feliz”.

 

Aprendendo Pedagogia por competências

O MUDE é o novo modelo de ensino da UNISUAM, que traz uma proposta de desenvolvimento alicerçado no desenvolvimento de competências do profissional. A Profª Stella comenta que o modelo modular é algo que já vem sendo discutido no Brasil desde a década de 70, mas que pecava por não permitir a construção do olhar crítico. E, agora, esse modelo retorna, mas com o diferencial de desenvolver o profissional a partir das competências, o que permite a inserção no mercado de trabalho de forma crítica, autônoma e autoral.

Além disso, o curso está alicerçado de acordo com a Base Nacional Comum Curricular para a Educação Básica, de 2017, e a Base Nacional de Formação de Professores, de 2019. Dessa forma, o MUDE é pensado já dentro da tríade que trata primeiro da formação dos fundamentos da educação, depois das metodologias que o professor precisa desenvolver e, por fim, a formação continuada, que é entendida como um processo contínuo na vida de qualquer profissional. “Esse aluno que vem agora, não vem achando que só o que ele vai ter de conhecimento na Graduação é suficiente, pelo contrário, aqui ele está apenas abrindo esse campo”, diz a Profª Stella.

 

Já no primeiro módulo, os alunos verão como se forma um professor; no segundo, ele seguirá na formação do professor, porém vendo como vai atuar e quais são os sistemas educacionais. A partir do terceiro, o futuro pedagogo passará a entender como professores e alunos aprendem e porque, como professor, ele precisa seguir em uma aprendizagem contínua para, daí em diante, entrar em contato com as questões das didáticas e das metodologias, para que o ensino seja significativo. Ao fim, o aluno sairá formado como um Gestor Educacional e pronto para os desafios do mercado.

 

Quer saber o que mais rolou nessa live? Então, assista ao vídeo completo abaixo:

 

Você pode conferir mais vídeos da Maratona Muito Mais Futuro na nossa playlist do Youtube clicando aqui. (link para playlist)

 

E não esqueça! A UNISUAM já está com matrículas abertas para o curso de Pedagogia, com preço fixo e 50% de desconto durante todo o curso. 

 

 

Vem ser UNISUAM e esteja pronto para o mercado!

MATRÍCULAS ABERTAS

Conheça o curso de Pedagogia UNISUAM!

Por Julia Abreu

Estudante de Publicidade e Propaganda, Estagiária em Marketing. Viciada em filmes, séries e conteúdos da área da comunicação social.

comentários

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
English French Portuguese Spanish
X

Nosso site está enfrentando instabilidades.
Algumas informações podem não estar disponíveis no momento.

Oi, está com dúvidas?
Fale conosco!