O que está procurando?

BLOG

Voltar

Engenharia: por que cursar?

A Engenharia é uma área com alta demanda e vai necessitar de +57.000 profissionais qualificados pra atuar até 2023.

  • Nota 10

07/04/2021 por Tais Leal

Tempo de Leitura: 3 minutos

A Engenharia é essencial para o desenvolvimento da sociedade, pois consiste na aplicação de conhecimentos científicos, como Matemática, Física e Química, na criação de coisas em benefício do ser humano, como construção de motores, edifícios, geração de energia, entre outros.

É uma área com alta demanda que vai necessitar de mais de 57.000 profissionais qualificados para atuar no mercado até 2023, segundo a revista Exame.

Para falar um pouco mais sobre essa demanda e o mercado, convidamos os Coordenadores das Engenharias UNISUAM, Profª Flávia Silva e Prof. Carlos Henrique, e os egressos, Marilyn Seguel e Renato Pedra, para participar do bate-papo da maratona de lives do projeto Muito Mais Futuro, que ajuda você a escolher qual carreira seguir.

 

👇 Confira alguns dos principais temas discutidos na live! 👇

 

Diferenciais do curso

Renato conta que começou o curso em outra Instituição, mas que ficou frustrado com a qualidade do ensino, o difícil acesso aos Coordenadores e Professores, além das burocracias.
Ele ficou sabendo da criação do curso de Engenharia Elétrica na UNISUAM e decidiu fazer a transferência.

Renato ficou surpreso com a gestão da Instituição em prestar um bom serviço e, principalmente, com a dedicação do corpo docente, sempre preocupado em fazer com que os alunos absorvam bem os conteúdos e estejam capacitados de acordo com o que o mercado exige.

 

👉 O Globo aponta: UNISUAM é TOP 10

 

“Sobretudo, observei que tive a oportunidade de ter Professores que atuavam no mercado e que são extremamente capacitados, além de estarem sempre disponíveis, seja por Whatsapp ou email”, conta Renato, lembrando que essa proximidade com o corpo docente foi um ótimo networking, já que sempre recebia dicas de cursos, eventos da área, sugestões de especializações para carreira etc.

 

Qual é o perfil do aluno e o que o mercado espera?

Para Profª Flávia, no decorrer do curso, os alunos são capazes de adquirir os conhecimentos técnicos e teóricos necessários e, também, desenvolver as famosas soft skills, que são habilidades comportamentais que influenciam no dia a dia do profissional.

A ideia é que o aluno vá adquirindo maturidade e, ao fim, saia capacitado para o mercado como um profissional ágil, proativo e com o pensamento crítico e analítico para a solução de problemas.

Isso foi o que aconteceu com a Marilyn e o Renato, que dizem que o curso da UNISUAM abriu muitas portas para as suas carreiras.

A Marilyn, que já tinha uma Graduação em Matemática e um Mestrado, decidiu começar o curso de Engenharia Civil na UNISUAM e conseguiu o seu primeiro estágio através de um Professor da Instituição. Depois, quando concluiu o curso, ela já trabalhava em um Instituto de Engenharia e o seu chefe decidiu investir em um novo empreendimento na parte de obras. Como Marilyn já estava formada, acabou indo trabalhar nesse novo negócio.

Já o Renato trabalhou em uma empresa de eletrotécnica por 15 anos, na área de Administração Financeira, e conta que com o curso Engenharia Elétrica na UNISUAM conseguiu muitas oportunidades, indo trabalhar até em São Paulo. Hoje, ele atua em uma multinacional de energia elétrica e gás, vaga que conseguiu graças à sua formação e está muito satisfeito.

Prof. Carlos também ressaltou que a versatilidade também é uma característica muito buscada em Engenheiros, isso porque precisam ter um conhecimento mínimo das áreas da Engenharia para que quando estejam diante de um assunto que não saibam resolver, tenham uma boa base para poder investigar uma solução.

 

Entenda como funciona o MUDE, o novo modelo de ensino

Com a implementação do novo modelo de ensino por competências, chamado de MUDE, os alunos estão aptos a buscar oportunidades no mercado desde o primeiro período.
“Você já vai ter conhecimentos de Matemática e Física, depois vai começar a ver circuitos; no caso da Civil, as estruturas; na Mecânica, a parte de termodinâmica etc. O aluno, de certa forma, passa a adquirir conhecimentos que já podem ser úteis no mercado”, afirma Prof. Carlos.

Um dos grandes diferenciais é que, em cada módulo, os alunos precisam desenvolver um projeto, baseado em situações reais do dia a dia da profissão, e, com isso, o intuito é capacitar o aluno para fazer a correlação dos conhecimentos teóricos com a prática para que quando estejam no mercado de trabalho possam fazer essa conexão do que aprenderam com a realidade de forma mais fluída e natural.

 

Quer saber o que mais rolou nessa live? Assista ao vídeo completo abaixo.

 

 

Você pode conferir mais vídeos da Maratona Muito Mais Futuro na nossa playlist do Youtube clicando aqui.

 

E não esqueça! A UNISUAM já está com matrículas abertas para os cursos de Engenharia com preço fixo e 50% de desconto durante todo o curso.

 



Vem ser UNISUAM e esteja pronto para o mercado!

MATRÍCULAS ABERTAS

Conheça os cursos de Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Engenharia Elétrica e Engenharia Mecânica UNISUAM!

Por Tais Leal

Jornalista e fotógrafa apaixonada por viagem, boa comida e cerveja artesanal. De alma inquieta e livre, como boa aquariana, largou tudo, pegou a estrada e, desde então leva um estilo de vida nômade, produzindo conteúdo e tentando quebrar alguns tabus.

comentários

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×
English French Portuguese Spanish
X

Nosso site está enfrentando instabilidades.
Algumas informações podem não estar disponíveis no momento.

Oi, está com dúvidas?
Fale conosco!